Inscreva-se e receba em seu
​​​​​​​e-mail as atualizações do Blog Usimed, além de ficar atualizado, GANHE ​​​​ofertas exclusivas.

CATEGORIAS

Você é um “Cybercondríaco”?

Farmacêutica: Dra. Natália Vello Naléssio

 
My Image
 
Quando a saúde não vai bem, seja por conta de uma febre insistente, um sinal na pele que não para de coçar ou dores incomuns, qual é sua primeira reação – buscar ajuda na internet ou procurar um médico? Se você costuma buscar ajuda na internet, saiba que você pode estar se enganando e ainda prejudicando a sua saúde.

    Há várias razões que explicam esse comportamento. Uma delas é a conveniência. Muita gente se habituou a fazer pesquisas online para resolver todo tipo de problema ou simplesmente para se informar melhor sobre diversos assuntos. Com tamanha praticidade, não há razão para o mesmo não ser feito em relação à saúde. 

    Mas existe também o fator ansiedade. Há pessoas que tendem a se preocupar com mais facilidade e, portanto, pesquisam na internet para identificar a gravidade de um problema. Para esse perfil, muitas vezes a preocupação não está necessariamente nas limitações resultantes — uma dor no joelho que atrapalha a caminhada, por exemplo —, mas no temor de que o problema represente algo mais grave, como um tumor. Nessas circunstâncias, a pesquisa online pode ser uma forma de descartar logo essa preocupação. 

    A pessoa lê as informações, se identifica com os sintomas descritos e, por conta disso, acredita que a condição ou enfermidade abordada ali corresponde ao seu caso. Isso é perigoso porque estimula uma prática que, infelizmente, é muito comum: o da automedicação. 

    Deve-se tomar muito cuidado com essas buscas. As plataformas digitais são absurdamente lotadas de informações, com as mais variadas procedências. Corretas ou totalmente erradas, lá estão todas elas. Sem filtro. Sem censura. Tudo certo: nas redes impera a liberdade de expressão e assim deve ser. Mas cabe a todos nós pensar, refletir, peneirar, escolher e avaliar as informações que nos chegam. Com muita crítica, muita exigência e com muito critério.

    Isso não serve apenas para doenças. Muitas pessoas pesquisam na internet, dietas e outras formas de emagrecer, ao invés de procurar ajuda de nutricionista. O correto mesmo é sempre procurar o profissional habilitado para o seu caso. 

    A Farmácia Usimed disponibiliza aos seus clientes o trabalho de Assistência Farmacêutica, que consiste numa conversa entre o farmacêutico e o paciente, onde é tirada todas as dúvidas sobre os medicamentos, é feito o acompanhamento de seus problemas de saúde e, se necessário, o encaminhamento médico. Essa conversa não substitui a consulta médica, que serve também para tirar eventuais dúvidas.